Fantasias do mar

UM POUCO DO NORDESTE BRASILEIRO

 

Com cerca de 3 mil quilômetros, o litoral nordestino é reconhecido mundialmente pela sua diversidade e beleza. A perfeita combinação entre sol, temperaturas altas e belas praias faz da região um destino certo em qualquer época do ano.

Além da sua beleza natural, que é incontestável, a região provém de uma culinária leve, com muitos peixes frescos e frutos do mar. E também não decepciona nos famosos drinks brasileiros como a caipirinha - mistura de cachaça (destilado brasileiro), frutas e açúcar, imperdível de experimentar.

Esse destino é para quem quer relaxar em praias e piscinas naturais durante o dia e, se quiser, optar por festas a noite dos mais variados ritmos brasileiros como forró e samba, além da oferta de incríveis restaurantes.

Veja abaixo um pouco mais sobre algumas das praias mais famosas dessa maravilhosa região do Brasil:


MACEIÓ

 

 

A orla mais fotogênica do Nordeste fica em Maceió. Grande parte dos visitantes, porém, só vê as praias urbanas na hora de sair do hotel e de voltar, no fim da tarde: ao norte e ao sul existem praias ainda mais bonitas, e com balneabilidade melhor.

Três belas praias – Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca – ocupam 6 km de orla arborizada, com ciclovia, calçadão, barracas e mar colorido, protegido por piscinas naturais. Nessa região ficam quase todos os hotéis da cidade. Quem busca praias mais sossegadas deve seguir em direção ao norte: Pratagi e Ipioca são extensas e pouco movimentadas. E Paripueira e Costa Brava são famosas pelas piscinas naturais, alcançadas por embarcações.

 

 

A tábua de marés é fundamental para programar a principal atração local, o Passeio de Jangada até as piscinas naturais de Pajuçara, cujo horário é definido pela altura das águas – só sai na baixa, o que pode ocorrer nas primeiras horas da manhã ou no fim do dia. Antes ou depois, aproveite para circular pelo calçadão e ir até Ponta Verde. O resto do dia pode ser dedicado a uma imersão pelas lojinhas de renda filé, típica de Alagoas.

 

MARAGOGI

Maragogi é uma cidade no estado do Alagoas com cerca de 30 mil habitantes, que fica entre Maceió e Recife. O lugar, cujo nome provém de um rio da região, é banhado pela Costa dos Corais, área de proteção ambiental brasileira, e se tornou o segundo lugar mais visitado do estado.

 

 

O sucesso de Maragogi deve-se, principalmente, às suas águas. Embora os milhares de coqueiros, a tranquilidade e a culinária com muitos peixes e frutos do mar sejam motivos suficientes para cativar pessoas de diferentes partes do mundo, é mesmo por causa das águas cristalinas que o lugar deixa os turistas extasiados.

Quando a maré baixa e o solzão nordestino se faz presente, prepare-se: é a melhor hora para aproveitar o mar. É no período de maré baixa que as piscinas naturais podem ser melhor observadas e, com o sol forte, as águas ficam ainda mais transparentes. Nas piscinas, chamadas também de galés, peixes e corais dão vida a um mundo subaquático colorido e encantador. Basta entrar no mar para que seja fácil observar vários peixinhos.

 

PORTO DE GALINHAS

Localizada no município de Ipojuca, a 70 quilômetros de Recife, Porto de Galinhas é emoldurada por piscinas naturais com águas mornas e transparentes repletas de peixes coloridos e jangadas deslizando de um lado para o outro na maré baixa.

 

 

Mas tem também praias com ondas fortes, perfeitas para a prática de surf - a praia de Maracaípe é um principais points. Os esportes náuticos, aliás, vêm ganhando cada vez mais adeptos na região, transformando a praia de Muro Alto em ponto de encontro dos apaixonados por esqui aquático, wakeboard e jet-ski.

Apesar das ruas estreitas e da vida correr devagar em Porto de Galinhas, a vila ferve no verão, quando recebe turistas de todas as partes do Brasil, além de estrangeiros dos quatro cantos do planeta.

 

 

Todos chegam atraídos pelos aquários naturais, entretanto, surpreendem-se com a riqueza de atrativos e opções de lazer da região, como passeios de bugue, de jangada ou a cavalo, quase sempre emoldurados por coqueirais, areias brancas e um mar de nuances ora verdes, ora azuis.

 

JOÃO PESSOA

 

 

A simpática capital da Paraíba, apresenta uma feliz combinação de praias bacanas, atrações históricas e boas compras. Durante a noite, o enorme calçadão entre as praias de Cabo Branco, Tambaú e Manaíra ferve de gente praticando esportes, passeando ou bebericando em uma das barracas com música ao vivo. Os pontos mais preservados da orla ficam afastados do Centro, ao norte e ao sul — vale a pena pegar o carro ou fazer um passeio para conhecê-los. Pérola do barroco brasileiro, o Centro Cultural São Francisco encanta quem gosta de arte sacra. Para prazeres menos espirituais, a deliciosa culinária local está fartamente representada na diversa variedade de restaurantes que são oferecidos pela cidade.

 

NATAL

Finalmente, Natal, a bela capital do Estado do Rio Grande do Norte. Uma boa maneira de chegar a Cidade é pela Ponte Newton Navarro. Do alto dos 55 m sobre o Rio Potengi aparecem algumas das principais atrações da capital: o mar em diferentes tons de azul, as dunas douradas da vizinha Genipabu e o Forte dos Reis Magos. Embora a Via Costeira – ladeada pela areia e pela vegetação do Parque das Dunas – concentre os melhores hotéis, é para Ponta Negra que a maioria dos turistas se dirige.

 

 

Com o Morro do Careca como cartão-postal e melhores condições para banho, a praia reúne hospedagens mais próximas de bares e restaurantes. Natal funciona ainda como ponto de partida para passeios pelo litoral potiguar, sem os quais uma visita à cidade não é completa. Planeje-se para ver os recifes de corais de Maracajaú, ao norte, e as praias de Pipa, ao sul.

 

 

Para quem tem apenas um dia em Natal, o passeio de bugue até Genipabu é o melhor programa. Dunas, lagoas e formas divertidas de escorregar pela areia preenchem praticamente o dia todo. Encerre a noite no agito de Ponta Negra, onde bares e baladas tocam forró, rock ou sertanejo, dependendo do dia da semana – basta chegar e decidir qual faz mais o seu estilo.