Guia gastronômico para os aventureiros na Floresta Amazônica

O Brasil é um país extenso e rico em diversidades, as regiões têm suas próprias culturas marcantes, principalmente quando falamos sobre culinária, visto que os alimentos regionais fazem parte da história do local. No estado do Amazonas, muitos alimentos são provenientes da floresta e da pesca em rios. Por isso, a população tende a ter uma dieta mais natural, recorrendo com menos frequência à produtos industrializados

Todos esses alimentos são bastante saudáveis por conta do método de produção da região, são orgânicos, e muitas vezes produzidos em reservas dentro da própria Floresta Amazônica então acabam não sendo submetidos a agrotóxicos ou estimulantes de crescimento em seu processo de produção.

Veja abaixo alguns dos alimentos e pratos típicos da região Amazônica que você tem que provar na sua próxima visita a esse destino que é recheado de elementos exóticos:

 

Mandioca - tapioca

Essa farinha é uma das bases da alimentação dos nortenhos, que já era consumida pelos locais antes do Brasil ser descoberto por Cabral. A mandioca pode ser encontrada de diversas formas como em goma, farinha grossa e fina, tapioca. No restante do país a farinha de tapioca já está no cardápio dos brasileiros, sendo um alimento típico em todo país, comem geralmente recheada, porém quem já provou a tapioca do Norte diz que tem uma essência diferente.

Tapioca recheada

 

Tucupi

Essa iguaria é extraída de um tipo de mandioca, a mandioca brava, uma variedade venenosa de onde vem o tucupi, um caldo amarelo e ácido, que é ingrediente de caldos, molhos e no tacacá, uma sopa que serve de lanche, muito consumido em Manaus, típico da região nortenha.

Tacacá

 

Jambu

O jambu é uma planta com sabor levemente amargo que anestesia um tanto quanto a boca e a língua, usada como tempero de peixes e em pratos regionais como o tacacá e o pato ao tucupi. Também é possível encontrar cachaça de jambu, feita com a extração das folhas e que pode ser um presente ou recordação exótica da região.

Pato ao tucupi

 

Cupuaçu

Outra fruta parente do cacau é o cupuaçu, uma das bases para os doces da região. Com ele se produzem sorvetes, mousses, bombons, refrescos e até uma espécie de "chocolate" produzido com suas amêndoas, como se faz com o cacau. De tão semelhante, é chamado de "cupulate". Mas o preparo mais famoso com essa fruta é o doce de cupuaçu, uma espécie de compota azedinha, perfeita para comer com a farinha grossa produzida na região.

Sorvete de cupuaçu

 

Açaí

Diferente do açaí consumido pelo resto do Brasil, na região Norte a fruta é consumida de forma pura, grossa, com sabor bem terroso e, em geral, consumido salgado. Daqueles que deixa até o dente roxo, de tão forte. É costume comer esse creme de açaí com peixe frito ou acompanhado de tapioca flocada, de sabor neutro.

Creme de açaí

 

Tucumã

A fruta é usada em sorvetes, saladas e como recheio de tapioca e de sanduíches. Tem aparência de cenoura, mas sabor mais suave. A textura é fibrosa, mas macia. O tucumã lembra o pequi, fruto do Cerrado. Com ele é feito o X-caboclinho, um lanche super popular na região amazônica que é geralmente consumido com queijo coalho no café da manhã.

X-caboclinho com queijo coalho

 

Maniçoba

Um prato da culinária da Amazônia feito com pedaços de carne, mandioca e folhas de chicória. É de origem indígena, e é feito com folhas da planta da mandioca que precisam ser moídas e cozidas por uma semana. Em seguida, adicionam-se carne de porco salgada, carne seca e outros ingredientes, como bacon e salsicha. O prato é servido com arroz e farelo de mandioca e é considerada a feijoada da região Norte.

Maniçoba

 

Peixes de água doce

Por conta de seu habitat ser a água doce, eles ganham cores, texturas e sabores diferenciados dos peixes de água salgada encontrados nas demais regiões do país. Sem dúvidas, isso faz com que sejam uma atração à parte na região.

O pirarucu é um dos maiores peixes de água doce do mundo. Nativo da região amazônica, ele pode chegar a medir até 3m e passar de 100kg. Mas também tem diversas opções muito encontrados em moquecas, caldos, na brasa, assados e das mais diversas formas, algumas das espécies mais comuns são: tambaqui, tucunaré, pirarucu, jaraqui, pacu e o matrinchã.

Pirarucu com crosta de castanha do pará

 

Por: Julia Lippi Marcondes Machado